Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

8 de maio de 2016

O dia das mães e o seu real sentido

  
 Nos dias atuais, infelizmente, observo que há uma procura incessante por se promover o comércio que, passa por seus piores momentos, do que qualquer outra coisa. Com isto, lamentavelmente, a data do dia das mães, que a meu ver, se deveria valorizar e comemorar todos os dias acaba por cair no esquecimento. Muitos filhos e filhas se lembram de suas mães somente em datas festivas e se esquecem da magnitude que de fato uma mãe possuí, pois mãe não é mãe só um dia, mas sim em todos os 365 dias do ano e por toda a vida.

 Como amigas e sábias conselheiras estão sempre atentas a ouvir, expor suas opiniões e dar um direcionamento preciso. Árduas e incansáveis na luta cotidiana de manter a casa e cuidar da família mostram com o passar de cada ano o quanto são capazes, destemidas e guardiãs da família. Sem contar que se esmeram no trabalho ocupando com isso cada vez mais espaço dentro do mundo corporativo das empresas mais pujantes do mercado nacional e internacional. Vale frisar que, a despeito de comércio e de presentes que são dados nesta data o que mais importa a muitas mães é tão simples e poucos são capazes de perceber, por mais incrível que pareça que é exatamente a atenção. Ah, caro leitor! A atenção, carinho e gratidão a estas verdadeiras guerreiras é umas das atitudes mais almejadas pelas mesmas, que muitas vezes e não raro sequer são ouvidas e por muitos filhos são abandonadas em asilos como verdadeiras indigentes o que é deplorável e inaceitável. 

  Não quero e nem vou divagar no campo do que é tão óbvio. Espero que neste dia tão importante, todos valorizem, abracem, desfrutem e reflitam que os presentes são até bem recebidos, mas o fundamental está nas atitudes que são oferecidas em forma de gratidão. Falo com propriedade, pois fui criado por minha avó paterna e dei a ela todo valor que lhe era devido em vida. Relembrando, segue o link: http://jluciano442.blogspot.com.br/2014/05/a-importancia-das-maes-no-contexto.html do artigo aonde tornei publica um pouco de minha história de vida no dia, do ano de 2013, onde fiz um breve relato sobre a minha saudosa mãe avó: Brasilina Maria de Jesus Costa e uma menção honrosa que dediquei a Sra. Nelsi Muniz Santos que foi muito amiga de minha saudosa avó e é até hoje uma mãe de consideração e de coração para mim, mulher pela qual eu tenho imenso carinho, admiração e profunda gratidão! Desejo a todas as mães do Brasil e do mundo um dia repleto de paz e felicidades!!!


João Luciano Silva da Costa.