Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

2 de fevereiro de 2016

Crianças e jovens: Á perspectiva de um novo futuro

   
  As crianças e jovens representam a alegria de um novo amanhã e de novas perspectivas, assim como os idosos são o portal da sabedoria. Muitas pessoas precisam mudar suas posturas frente à realidade presente, e a partir daí darem as crianças e jovens, a importância devida. Penso que, a ativa participação dos pais no acompanhamento do desenvolvimento escolar de seus filhos é fundamental. Entretanto. a educação sobre a importância do respeito a todos é um outro ponto a ser discutido. Todos os pais deviam exercer tal tarefa, mas nem todos o fazem, haja vista, o imenso quantitativo de jovens gerando jovens, sem a miníma estrutura psicológica para gerir suas próprias vidas. A partir da falta de estrutura familiar tais jovens tornam-se órfãos de si, pois mal se conhecem e com isso a tutela de suas vidas fica nas mãos do estado e dos programas televisivos o que não é certo, visto que o estado apenas é responsável por estabelecer normas e as executá-las a fim de manter a ordem dentro da sociedade. 

  Como temos um sistema extremamente aquém, as crianças e jovens são educados pela televisão, pois os pais precisam trabalhar e acabam não tendo como administrar o que seus filhos veem. Na idade adulta o que observamos são jovens irritadiços, sem interesse pela leitura e violentos em salas de aula. Muitos, inclusive, agridem os seus professores. Trata-se de algo bem complexo, discutir toda está questão porque certamente eu teria que adentrar a inúmeros pontos e contrapontos. Suscito aqui que todos se mobilizem em prol de uma educação familiar e intelectual.  O brasil necessita investir urgentemente em um novo projeto de educação. Projeto esse que tenha qualidade, seja inovador e capaz de propiciar ao educando uma nova realidade de vida. O atual sistema de educação brasileiro é deficitário e surreal o que não beneficia em momento algum os professores e tampouco a seus alunos. Na minha concepção, a projeção de um mundo melhor está indiscutivelmente relacionada às mães e aos pais, pois são eles que estabelecem através de seus exemplos, toda uma “estrutura familiar”, na qual as crianças se espelham e com isso se tornam adultos bem estruturados e cientes de seus papéis dentro da sociedade.  O alicerce de uma família é a sua estrutura e, sobretudo, Deus, independente de credo religioso. sem os quais ninguém sobrevive aos percalços naturais a que, todos nós, estamos sujeitos ao longo da vida. Um país, que não enxerga suas crianças e jovens, como a mola propulsora para a mudança que precisa, fatalmente está fadado ao fracasso.

  Através de uma análise simples, é fácil mensurar e compreender a razão pela qual, alguns países alcançaram a categoria de país de primeiro mundo. Trata-se de uma questão lógica: Nesses países há uma conjugação harmônica de estrutura familiar, ótima qualidade educacional e políticas públicas concretas salvo exceções. Almejo que o brasil e todos os países, sem exceção prezem pelos valores sociais, a dignidade da pessoa humana, justa distribuição de renda e, sobretudo, que haja o predomínio da paz entre todos os povos a partir da preocupação com a educação dos jovens e a conscientização dos pais. Reflitam e tenham um ótimo dia.



João Luciano Silva da Costa.