Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

25 de novembro de 2014

O Câncer de Próstata e a Importância da Prevenção   


   
 Trata-se de algo muito louvável a criação de campanhas com a finalidade de se combater e erradicar as doenças, no entanto é fundamental que os ideais que norteiam tais movimentos se tornem um hábito constante na vida de todos que precisam serem tocados pela importância que há quanto a prevenção precoce e o diagnóstico. Do contrário de nada valerá tantos esforços. Embora se fale com mais ênfase no  “Novembro Azul”, este trabalho de conscientização tem e deve ser promovido pelo poder público e a iniciativa privada sempre. Trata-se de utilidade pública. Este movimento surgiu  no ano de 2003 na Austrália. Entretanto, o mais importante é que toda a força impressa em campanhas como estas, permeie o contexto social de maneira prática, ou seja, que as palavras possam dar espaço a pratica.  Historicamente falando, não é do hábito de muitos homens, cuidar da saúde e muito menos no que refere-se a próstata, seja pelo método utilizado para o exame ou por medo. Na verdade, o que há é uma série de tabus que circunda o tema em pauta. Lamentavelmente muitos são levados por conta disso a sofrerem horrores, pois não cuidam-se e via de regra quando caem doentes o câncer já está em estado avançado. 

 O objetivo solidário dos projetos de conscientização são plausíveis e altamente relevantes, mas precisamos avançarmos ainda mais. É muito triste que em pleno século XXI ainda constatemos que o preconceito, machismo e ignorância rondem um assunto tão relevante. Milhares são os casos de mortes por conta da falta de prevenção e diagnóstico. Outra coisa muito importante é o papel que as mulheres exercem na vida de seus companheiros. Elas com carinho, persistência e incentivo são peças chaves para a solução deste dilema. Contudo, penso que, uma das soluções para a erradicação do câncer de próstata passa indiscutivelmente pela conscientização e a quebra de preconceitos. É deplorável, mas quase sempre o preconceito está historicamente ligado a algum fato das relações sociais. Isto precisa acabar.

 Com base em no exposto, peço que todos entendam a importância da prevenção precoce e do devido diagnóstico, pois uma campanha só é plena quando a conscientização e a pratica tornam-se uma coisa só. Conclamo a que todos façam a sua parte e incorporem o ideal desta campanha em suas vidas. Reflitam e tenham um excelente dia.




João Luciano Silva da Costa.