Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

11 de abril de 2014

As Ocupações Ilegais e o Sistema Habitacional


 Com o começo da ocupação do prédio de propriedade da empresa privada: "OI de Telefonia", desde de o dia, 31/03/2014, no bairro da Piedade, subúrbio da cidade do Rio de Janeiro, dá para ver o retrato lamentável e cruel da realidade social  na qual o povo encontra-se inserido. Fica claro a gravidade precária de um sistema habitacional deficitário e a falta de reordenamento do espaço público, no que tange ao processo de ocupação, o que historicamente dá para entender o porque do surgimento das favelas no Brasil.

   Vivemos um impasse, pois de fato a sociedade é injustiçada, mas  por um outro lado por não ter cultura, o que venho falando a tempos aqui, a mesma se vê a deriva. O desespero e a falta de cultura não justificam e isentam de maneira nenhuma este seguimento da população, porém há que se ter, uma política pública voltada para atender com igualdade a todos que padecem, por não terem para onde irem com seus familiares. Defendo o povo ordeiro e não os que se valem da situação discorrida aqui, ou qualquer outra, para cometerem atos de vandalismos através de depredações feitas ao patrimônio público e privado, ataque com pedras a policiais, o que constituí crime de desrespeito a autoridade pública, no exercício de sua atividade, bem como uma série de outros fatores. Ou seja, via de regra, vivemos em um estado repleto de contradições. Ao analisar este contexto, a concepção que tenho é a seguinte: por um lado persiste a ausência do estado e por outro uma violência exacerbada cometida contra os invasores pelo estado. Contudo, temos os invasores, que além de agirem criminosamente ao tomarem  posse de um bem, que não lhe é de direito. Quero ser justo com ambas as partes, agindo com parcimônia e imparcialidade.

 Conclusão: Hoje, dia, 11/04/2014, o referido prédio foi desocupado. Espero que os governantes não hajam com cinismo e esquivem-se dos motivos causadores deste problema, que são de responsabilidade da esfera pública, bem como desde já, conclamo a todo o povo brasileiro, para ao se mobilizem o façam de forma ordeira e pacifica, respeitando a Constituição Federal e as leis vigentes, pois do contrário permaneceremos convivendo com está barbárie. Fico muito triste ao ver está situação, os confrontos, os feridos e enfim a catástrofe gerada. O povo merece respeito. As condições sub-humanas, nas quais estas pessoas, desprovidas de assistência estavam sobrevivendo e sobrevivem é deplorável e portanto inaceitável. Isto fere a Constituição Federal, assim como os Direitos Humanos. O Brasil precisa ser passado a limpo.Segue em tela a imagem do prédio ocupado. Reflitam e tenham um ótimo dia.


João Costa.