Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

31 de outubro de 2013

Câncer: a importância da prevenção


   
 A conscientização sobre o relevante papel da realização do auto-exame, para a verificação da existência ou não de um possível nódulo, seguido do acompanhamento médico e da realização de exames periódicos, são pressupostos importantíssimos para a prevenção do câncer de mama. O descobrimento e o combate ao mesmo, no seu estágio inicial colaboram para que não haja no caso da mulher especificamente a perda da mama ou mesmo a progressão da doença, o que pode levá-la  à morte. Vale ressaltar que apesar, de muito raro os homens também podem desenvolverem o câncer de mama. Daí, vale repetir o excepcional papel da conscientização sobre a prevenção em todos os casos.   

 Muitos desconhecem o indescritível sofrimento que assola a vida de milhares de pessoas que convivem o câncer, seja ele de mama no caso das mulheres ou de qualquer outro tipo. Trazer a baila esse assunto extremamente delicado e pertinente, que é a conscientização sobre a importância do acompanhamento médico, bem como dos exames que detectam está doença que é tão temida pela humanidade no momento atual onde milhões de mulheres  vivenciam esse drama sem, contudo, falar sobre o câncer de um modo geral, ou seja, dou aqui ênfase ao caso das mulheres sem, contudo deixar de contemplar a todos que sofrem da mesma dor, pois o câncer tem suas variantes, em razão dos seus vários tipos e diferentes formas de manifestação, o que no meu entender  têm proporções  parecidas de sofrimento. Isto posto a meu ver, a peça chave para a superação do mesmo, não está necessariamente ligado aos paradigmas preestabelecidos por uma cronologia de exames a serem feitos ou da ingestão de medicamentos necessários. Repito, os exames detectam e norteiam sobre quais serão os tratamentos necessários para o combate a doença, mas na minha concepção está na estrutura dada pela família a célula mater para a reabilitação de uma pessoa. A luta contra o câncer é uma guerra que deve ser travada com muita força e bom ânimo. Muitos talvez poderão questionar: de onde tirar tanta força e ânimo, para sobrepor a tudo que é do contra, nessa hora tão difícil? A resposta é simples: Todos precisam entender que a vida é constituída de desafios, e que cabe a cada um de nós escolhermos superá-los. Acreditem, vocês são umas das expressões mais elevadas de superação.

  Nos casos em que as pessoas tenham sido abandonadas por seus familiares ou amigos, há uma boa notícia: O mundo pode até te esquecer, mas saibam sempre, que Deus nunca se esquece de todos nós. Digo isso com todo respaldo e respeito aos diversos seguimentos religiosos, pois somos todos irmãos. Concluo: desejando a todas as mulheres do Brasil e do mundo, bem como aos que estejam porventura, vivenciando uma situação crítica: nunca deixem que a felicidade dê lugar à tristeza, que o amor dê lugar ao ódio e consequentemente ao abatimento. A força e obstinação são as marcas registradas  dos vencedores que vocês são. Em homenagem a campanha de câncer de mama, destaco como podem ver em tela, a imagem do símbolo, que representa a mesma. Reflitam e tenham um ótimo dia.


João Costa.