Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

27 de setembro de 2013

A mágoa e suas consequências

  Vivemos em um mundo, aonde reina dentro de muitos, um dos piores sentimentos que um ser humano pode ter que é a mágoa em relação ao seu próximo. Por mais complexos e diversos que sejam as discordâncias, é muito triste saber que pessoas nutram dentro de si este sentimento. Penso que, a mágoa é um câncer que corrói somente quem a alimenta, pois traz consequências como mal humor, e gera doenças psicossomáticas  que nascem no cérebro e se materializam em toda estrutura física de um indivíduo. A mágoa também revela, sobretudo à total inexistência de espiritualidade que uma pessoa tem com Deus independente de religião. 

 Defendo que antes de falarmos em construirmos um mundo melhor, temos que todos os dias olharmos para dentro de nós mesmos e fazermos uma análise de consciência, pois consiste nos bons sentimentos que nutrimos o nascimento de uma geração solidária, flexível e feliz. Vivemos em um mundo aonde muitos sequer estendem a mão para ajudarem a seu próximo, não levantam em um transporte público para darem lugar à um idoso, gestante ou deficiente físico. Não existem leis, governos e absolutamente nada que possa reverter este quadro de total retrocesso, no qual está inserida a nossa humanidade senão a partir de que muitos mudem a sua postura de vida. Na atual conjuntura não adianta irmos somente as ruas, precisamos termos um povo que no seu dia a dia tenham praticas humanitárias, e para isto é necessário uma transformação dentro do contexto das relações sociais presente. Pensem comigo: Como que mobilizações altamente plausíveis mudarão alguma coisa, se lá na frente continuarem a existirem sentimentos destrutivos? Isso precisa mudar.
    
 A mudança que um povo quer está dentro de cada um. Sei que vivemos em um mundo aonde o individualismo e o egoísmo fizeram com que fosse banida quase que em sua totalidade o amor tornando a perspectiva aqui defendida quase que utópica, mas conclamo a que todos reflitam sobre o tema em pauta, pois é melhor o enfrentamento da realidade e a reformulação de  idéias agora, para que a geração atual e futura não sofra as consequências de tantos conflitos que  são originados da péssima conjugação de mágoa, orgulho e ausência de humildade. A meu ver a receita para um mundo melhor está absolutamente ligada a figura de  flores como pode ser visto em tela, pois quando cuidamos e as regamos com todo o zelo e carinho, todos os dias temos como recompensa lindas flores. Assim são as  relações sociais. Quando regadas pela a harmonia, compreensão, amor e sobretudo fé em Deus independente de credo religioso há o florescer sublime do lindo amor. Tenham um ótimo dia.



João Costa.