Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

7 de agosto de 2013

A fama e suas ilusões


  Muitos dariam tudo para terem um minuto de fama, como se a mesma fosse à coisa mais importante do mundo. Ansiosos ficam atentos para serem filmados ou fotografados. Uma ilusão que ofusca a visão e arrebata a alma dos que almejam um sucesso de minutos. Atualmente vivemos em um mundo de Reality shows, cujos protagonistas principais são pessoas desprovidas de senso intelectual, e que para terem um minuto de fama em razão de suas vaidades, não possuem a mínima preocupação de se exporem, seja de maneira positiva ou negativa. Algumas emissoras sejam no Brasil, ou em alguns países do mundo adotaram este modelo de programação como maneira de alavancarem as suas audiências. 

 Penso que trata-se de uma realidade lamentável, pois enquanto vivermos e tivermos uma cultura como esta, voltada, para a exibição sem pudores, e não falo isto com o intuito de incutir uma filosofia puritana, mas com a idéia de levá-los a uma reflexão sobre para onde estamos caminhando, que valores são estes aonde as pessoas trocam a leitura de bons livros, ao estudo pesado e enriquecedor, bem como o alcance da solidez profissional, por alguns minutos de fama que somem como fumaça, pois não está alicerçada em nenhum fundamento plausível, mas em futilidades. Sabe caros leitores, quando deparo-me com situações como estas sou remetido ao seguinte pensamento: Qual será o futuro de nosso mundo, pois o estudo tem sido relegado a segundo plano, muito embora para a minha felicidade e de boa parte da humanidade, hajam milhares de pessoas voltadas para a aquisição de conhecimento e crescimento profissional, o que faz com que tenhamos a plena certeza de que a luta contínua e incansável para que a conquista de um mundo melhor, tem sido válida. Isto é para mim um combustível para continuar a lutar através deste portal, por um mundo aonde tenhamos pessoas pensantes, e de idéias promissoras.

 A utopia que leva muitos a buscarem nos holofotes das câmeras uma ascensão, a meu ver, demonstra o enorme vazio que possuem dentro de seus corações. A felicidade dos que buscam a todo custo a fama, não esta na mesma. Este espaço é o que muitos procuram para esconderem-se de seus sentimentos melancólicos, baixa autoestima e etc. Não se apercebem disso, mas é o que sentem. As lacunas existentes em seus corações são de tal magnitude, que os levam a se exporem de tal maneira, que sequer pensam. Dirijo-me a todos do Brasil e do mundo, que padecem de tal sofrimento e digo-lhes humildemente: acordem para o valor que possuem, não deixem que a ilusão e a euforia momentânea, lhes ofusquem a percepção de que estão sendo usados para promoverem um sistema que prioriza a fama a qualquer preço, pois não lhes convém apresentar algo de qualidade. Algo que leve as pessoas a pensarem e consequentemente a mobilizarem-se contra as mazelas existentes mundo a fora. Falo aqui de um sistema, que vê, em um povo alienado, um meio para a manipulação. Acordem para a percepção de que são mais do que uma simples beleza diante de uma câmera. Entendam que a beleza passa, já o estudo mesmo depois de nossa existência, deixa demarcado nas terras da consciência, as lutas das quais fomos protagonizantes, na busca por um mundo melhor. Isto sim é perpétuo. Reflitam e tenham um ótimo dia.



João Costa.