Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

5 de maio de 2013

Desemprego



    Uma questão vergonhosa enfrentada pelo Brasil e muitos países no mundo. Trata-se de um tema que está estritamente ligado a falta de oportunidades e a ausência de qualificação profissional. Com os avanços tecnológicos as empresas tornaram-se cada vez mais exigentes no que se refere à qualificação profissional. O rigor das mesmas é absolutamente pertinente e compreensivo, no entanto muitas pessoas não se prepararam, e com isso padecem da falta de emprego o que é um dos fatores que colaboram para a desigualdade social e consequentemente compromete o desenvolvimento econômico de qualquer país.

    Há oportunidades de trabalho. O Brasil tem lamentavelmente um déficit de educação, saúde, saneamento básico e diversos outros problemas que contribuem cada vez mais para o aumento de desempregados o que neste caso é uma questão política. Sem que tenhamos no nosso país pessoas que possuam a cultura e a devida consciência da importância do estudo, bem como da qualificação profissional para que as mesmas se projetem na vida como seres bem sucedidos é impossível que o Brasil ou outros países que vivenciam a mesma realidade consigam avançar nas áreas sociais, econômicas e políticas. Para tanto ainda se faz necessário falar aqui do desemprego estrutural surgido com a substituição da mão de obra humana pelas máquinas, o desemprego cíclico que é desencadeado pelas variações econômicas e que ocorre em determinados períodos.

    A reflexão que faço é que a solução de maior parte dos problemas sociais concentram-se na falta de atitudes de muitas pessoas em quererem mudarem, pois há questões que não cabem exclusivamente aos governantes, pois  em todos os seguimentos de nossas vidas  temos que fazermos escolhas e o destacar-se profissionalmente nem sempre passa pelo que um governante possa fazer, mas sim nas atitudes que nós como cidadãos tomamos todos os dias. Descobrirmos as causas é o primeiro passo para  encontrarmos a solução para tais problemas. Sempre cobro uma atitude dos governantes e o farei incansavelmente, porém penso que, em muitos casos a cobrança é desleal e um exemplo bem claro disso esta quando determinadas pessoas  pegam  lixos e jogam no chão, nos córregos e etc. Como que estas, poderão quando surgirem as enchentes pleitearem por seus direitos e colocarem a culpa nos governantes, se tais foram causadoras de parte desse evento. Tornam-se contraditórias todas as reclamações a partir disso. Portanto caros leitores o exemplo começa através das atitudes que cada um de nós tomamos todos os dias, e isto vale para tudo em nossas vidas. Vejo a  conscientização como o caminho para a transformação. Reflitam e tenham um ótimo dia!





João Costa.